quinta-feira, outubro 05, 2006

Palavras...

Palavras…

Pétalas que divagam numa espiral de sons,
Promessas de um horizonte sem sombras,
Presságio de dias pacíficos...

Tela de um quadro nunca finalizado
Sem autor,
Sem título determinado…

Notas de uma pauta imensa,
Partitura de sentidos,
Prelúdio de momentos suaves…

4 comentários:

Bruna Pereira disse...

Sinto o mesmo.
As palavras, as cores, as notas musicais mesclam-se num todo que arrepia esses loucos.
Os amantes da arte.
Bem-vinda ao clube ;-)

Tina disse...

Obrigada pelas boas vindas ao clube... ;)

Anónimo disse...

Está muito bom este poema.
Gostei! :-)

I LOVE YOU disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.