segunda-feira, janeiro 10, 2011

O ano novo

Poderia ter feito uma lista de must do para o Ano Novo e, conhecendo-me como conheço, iria segui-la à risca para, no fim do ano, poder respirar de alívio pelo dever cumprido. Eu sei que o faria. No entanto, este ano a minha única meta a alcançar é: viver intensamente. Só isso, nada mais.

4 comentários:

Rafa disse...

Parece-me muito bem. :) Estou cá para testemunhar esta tua decisão.

Tina disse...

Acredita que é bom saber que estarás por perto! Beijinhos

ADry disse...

Força nisso! =)

Catarina disse...

Acho que fazes muito bem!