sexta-feira, novembro 07, 2008

São horas...

São horas de me preparar para seguir sem ti.

São horas
de saber que há diferenças
entre o que somos e o que julgamos ser,
entre o que inventamos e o que vivemos,
entre a água clara e a água limpa,
entre malmequeres e margaridas,
entre um vendaval e uma tempestade,
entre dias cinzentos e Outono...

São horas de aceitar e não de insistir...

5 comentários:

Dexter disse...

Sábias palavras minha Amiga

... do (des)conforto da ilusão para a (in)segurança da descoberta... ou vice versa...

Que horas são ?

Dexter disse...

São horas de te dizer , BEM VINDA !

Beijos

Tina disse...

São sempre horas de mudarmos para melhor! :-)

Dexter disse...

;-)

Rafaela disse...

Amen! Quero aplicar as tuas palavras à minha vida!