terça-feira, junho 12, 2007

Voar

Não te senti chegar.

Apareceste do nada, pé ante pé e sorriste.
Um sorriso que me fez querer voar, que me fez saber conseguir.

Não te ouvi sair.
Mas depois fiquei a pensar que era mais feliz antes de saber voar…

1 comentário:

Bruna Pereira disse...

Os prós e contras de ganharmos asas...

Beijinho*