terça-feira, julho 04, 2006

Um Dia Ideal

Sei que corro o risco de este texto parecer uma compilação de "clichés" e banalidades patéticas, no entanto, cá vai …

Dia ideal... O que será um dia ideal?
A resposta a esta pergunta resultaria certamente numa definição muito abrangente e muito diversificada, dependendo de quem desse a resposta. Do universo de respostas possíveis, encontrar-se-iam pontos em comum, como por exemplo: o fim de todas as guerras e da fome no Mundo.
Quanto a mim, além desses dois pontos, verdadeiras pedras basilares para que pudesse existir um verdadeiro dia ideal, lembrei-me de mais alguns que iriam dar ainda mais brilho ao tal dia.

Saber que há um sorriso franco e aberto no rosto dos meus amigos;
Ver na televisão, em reportagem especial, que o Sr. Bush foi internado numa instituição para doentes mentais;
Descobrir que afinal o Bin Laden não existe e que toda esta história de terrorismo vai mesmo acabar;
Saber que, finalmente, o famoso discurso proferido por Martin Luther King em 1963 deixou de ser apenas uma bela peça de retórica e passou a ser o “Livro de Instruções” para toda a humanidade;
Saber que alguém me vai telefonar e dizer que eu sou maravilhosa; (esta é para rir)
Receber um folheto de uma agência de viagens que oferece uma viagem à volta do Mundo a quem tiver a gentileza de responder a um simples questionário;
Que a Selecção de Portugal vai ganhar amanhã e depois no fim-de-semana...

2 comentários:

Dulce disse...

Era tao bom, se tudo fosse assim... Gostei daquela da viagem à volta do mundo...! So tu !! O que eu escrevi é muito diferente, mas vai no mesmo sentido: a paz neste mundo triste por vezes... Beijocas e boa continuaçao...

Dulce disse...

Olà, entao tudo bem ?
Como ? Nao tens mais comentàrios !!! Que desgraçados, nao sabem o que perdem... :-)
Beijocas